Em 18/01/2020 às 00h00

Guia FutRio do Carioca 2020: análise e informações dos 12 participantes

Fase principal do torneio começa neste sábado (18); Fla defende título


Autor: Redação FutRio / Foto: Úrsula Nery (Agência FERJ)

O Campeonato Carioca já começou, mas vai começar de novo. Apesar de estranha, a frase faz sentido para quem conhece o futebol carioca. Com o fim da Seletiva, iniciada ainda em dezembro, os 12 participantes da fase principal do Estadual de 2020 foram, enfim, conhecidos. Aí, sim, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ) fez evento de abertura, apresentou elencos, novidades e mais. Fato é que, a partir de agora, o torneio ganha ares de "pra valer".

imageSem a semifinal geral, tão criticada nos últimos anos, a edição 2020 do Campeonato Carioca recupera o regulamento que vigorou até 2012: a final será entre o campeão da Taça Guanabara (primeiro turno) e o campeão da Taça Rio (segundo). Caso um mesmo time vença os dois turnos, será declarado campeão estadual (exceto se este não for o melhor time na soma dos turnos).

Como já virou tradição, o FutRio.net detalha, a partir de agora, os 12 participantes da competição, além de grupos, regulamentos e outras informações. Acompanhe abaixo.

REGULAMENTO

Os tradicionais turnos - Taça Guanabara e Taça Rio - estão mantidos, mas agora valem ainda mais: o campeão de cada turno se garante na final. Caso a mesma equipe vença os dois, será campeã carioca, desde que seja também o melhor time na classificação geral (soma de todo o campeonato). Caso contrário, haverá decisão em ida e volta.

Existirão dois torneios paralelos: a Taça Independência (dada ao time que somar mais pontos nos confrontos entre os pequenos) e o Torneio Extra (um mata-mata entre os quatro melhores pequenos, considerando todos os jogos). Os campeões se garantem na Copa do Brasil de 2021.

Também via classificação geral, o último colocado terá que disputar a Seletiva em 2021, ao lado dos três remanescentes do Grupo X e dos dois promovidos da Série B1. Será a última edição da fase preliminar, já que para o próximo ano será criada uma nova divisão, a Série A2.

Adendo: este guia fala apenas dos times que participarão das taças Guanabara e Rio. Para saber sobre o Grupo X, relembre as informações no guia da Seletiva

PROJEÇÃO FUTRIO*

1º - Flamengo: 4,9 (*****)
2º - Vasco: 3,6 (*****)
3º - Fluminense: 3,5 (*****)
4º - Boavista e Volta Redonda: 3 (*****)
6º - Botafogo: 2,9 (*****)
7º - Portuguesa: 2,7 (*****)
8º - Bangu e Resende: 2,4 (*****)
10º - Cabofriense: 2,2 (*****)
11º - Madureira: 1,4 (*****)
12º - Macaé: 1,3 (*****)

*Como funciona: a projeção mede o poder de fogo e o potencial de cada equipe, de acordo com avaliação dos jornalistas do FutRio.net. Os integrantes do site avaliaram a profundidade dos elencos e deram notas de 0 a 5 - e o resultado acima é a média final.

OS PARTICIPANTES

image

Fundação: 17/04/1904
Melhor campanha: campeão, duas vezes (1933 e 1966)
Posição em 2019:

ANÁLISE

O clube vive a pressão e a expectativa para uma temporada que há anos não se via na Zona Oeste. O calendário aponta disputas da Copa do Brasil e da Série D do Brasileirão, o que torna a montagem do elenco mais rigorosa. O clube apostou na manutenção da base do último certame, mas as saídas em relação ao último ano foram fortes - casos do goleiro Jefferson Paulino, do volante Marcos Júnior e do atacante Anderson Lessa. Os atletas que chegaram, vieram de fora do estado que, na teoria, demonstrariam mais vontade para o destaque. O time tende a ter o mesmo grau de entrega do último ano, quando foi terceiro colocado.

Destaque: JAIRINHO - O atacante que foi uma das sensações do Estadual do último ano retorna ao clube depois de ganhar uma bagagem grande nas passagens por Vasco, na Série A do Brasileiro, e Atlético (GO), onde conquistou o acesso no nacional. Jogador de velocidade e dribles, ganha o papel de destaque. Precisará assumir este papel de protagonista para confirmar que não teve apenas uma boa temporada. Sente-se melhor atuando na esquerda, mas pode desempenhar a função também pela direita e, quiçá, centralizado.

Fique de olho: RHAINER - O atacante de 21 anos de idade espera ganhar mais oportunidades nesta temporada no clube. Chegou a Moça Bonita emprestado do Madureira, após um grande ano no Serra Macaense, com uma média de um gol por jogo na Segundona do Estadual do Rio em 2018. É um atacante de referência, mas que demonstra mobilidade e faro de gol. Briga por um lugar no time titular para ter a missão de substituir Anderson Lessa, que foi um dos goleadores do Estadual e artilheiro do clube no Carioca do último ano.

Técnico: EDUARDO ÀLLAX - Depois de temporadas seguidas no Boavista - com um trabalho sólido - Àllax retorna ao Bangu, clube que defendeu ainda com atleta. Busca se recolocar no patamar de um dos melhores treinadores do Rio, lugar onde esteve na temporada de 2018 com campanha de destaque nas três principais competições da FERJ (Séria A, Série B1 e Copa Rio). A promessa é que no Bangu mantenha suas características: time organizado em campo, com variações táticas de acordo com o adversário - Isso inclui mudança nas peças e uma rotatividade grande na equipe titular.

ELENCO

Principais remanescentes: Felipe Dias (V), Dieyson (LE), Michel (Z), Alex Chander (M), Robinho (M), Jairinho (A), Rhainer (A)

Principais contratações: Lucas (LE, Nova Iguaçu), Dante (Z, Espinho-POR), Rodrigo Yuri (V, Audax Rio), Fábio Henrique (M, America), Léo Pimenta (A, Boavista), Matheus Silva (A, Comercial-SP)

Baixas: Jefferson Paulino (G, Guarani-SP), Marcos Júnior (V, Vasco), Felipe Adão (A, Cabofriense), Yaya Banhoro (A), Anderson Lessa (A, Al Nasr-EAU);

ESTÁDIO

Moça Bonita - Um dos principais palcos do Rio de Janeiro. A equipe, no último ano, acabou com uma sequência ruim de desempenho em casa e fez de Moça Bonita um caldeirão. Em confrontos diretos contra equipes de menor investimento, fez valer o mando e conquistou o terceiro lugar na competição muito por conta deste ímpeto em casa. O clima é quente não só na arquibancada. Como é notório, o calor de Bangu influencia no jogo. E o gramado também. Nas temporadas anteriores, a imagem do campo de Moça Bonita esteve associada a um piso ruim e queimado. Como em outras oportunidades, a promessa é de evolução no quesito.

TABELA (Taça Guanabara)

19/01/2019 - Vasco (F)
22/01/2019 - Resende (F)
26/01/2019 - Fluminense (C)
29/01/2019 - Volta Redonda (C)
01/02/2019 - Madureira (F)
09/02/2019 - Macaé (C)

image

Fundação: 10/03/2004
Melhor campanha no Carioca: 4º (2011)
Posição em 2019:

ANÁLISE

Sempre cercado de muita expectativa pelo investimento alto, o Boavista chega para o Carioca de 2020 com a fórmula habitual: jogadores rodados (Erick Flores, Gustavo Geladeira, Wellington Silva...), misturados com os "da casa" (Felipe Augusto, Michel, Renan Donizete...), diretoria identificada com o clube e estrutura de time grande montada no Rio de Janeiro, apesar da sede oficial do clube ser em Saquarema. O Campeonato Estadual, sempre tratado como prioridade máxima da diretoria, traz exposição e recursos para um dos times mais midiáticos do estado.

Destaque: ERICK FLORES - Perto de completar 100 jogos com a camisa do Boavista, é só um dos diversos jogadores com a cara do clube. Entre empréstimos diversos, o meio-campista - cria das categorias de base do Flamengo - está desde 2011 no Verdão, vivendo momentos de glória, como a conquista da Taça Rio e o vice-campeonato da Taça Guanabara.

Fique de olho: KLÉVER - Experiente goleiro revelado nas categorias de base do Fluminense e ex-Atlético (GO), chega para uma posição que o clube tem encontrado dificuldades nos últimos anos. Felipe, Gabriel, Guilherme, Marcelo Pitol... Rafael, definitivamente, ainda não teve um substituto na meta. Desta vez, o objetivo é encontrar um dono para a camisa 1.

O treinador: PAULO BONAMIGO - Depois do fim do ciclo com Eduardo Àllax, que ficou no clube por três temporadas consecutivas, o Boavista surpreendeu e foi ao mundo Árabe para trazer o experiente Paulo Bonamigo, de 59 anos, com passagens por diversos clubes grandes do Brasil, entre eles Atlético (MG), Botafogo e Palmeiras (SP). Estava desde 2009 longe do futebol brasileiro.

ELENCO

Principais remanescentes: Erick Flores (M), Gustavo Geladeira (Z), Renan Donizete (M/A), Wellington Silva (LD), Douglas Pedroso (V); Michel (M)

Principais contratações: Kléver (G, Guarani); Kadu Fernandes (Z, Aparecida-GO); Caio Monteiro (A, Vasco); Guilherme Costa (M, Vasco); Fernando Bob (V, Ponte Preta)

Baixas: Léo Pimenta (M, Bangu); Admilton (Z, Tombense); Marcelo Pitol (G, Caxias-RS); Dija Baiano (A, Uberlândia-MG)

ESTÁDIO

Elcyr Resende -
Um dos estádios mais utilizados no futebol carioca, por possuir boas condições, iluminação e capacidade e liberação da TV para receber times grandes. No entanto, o próprio Verdão opta, às vezes, por não jogar em Saquarema, de olho em uma possível arrecadação fora do estado. Tanto é que, diante do Vasco, vai atuar no Kléber Andrade, em Cariacica (ES).

TABELA (Taça Guanabara)

18/01/2020 - Resende (F)
22/01/2020 - Macaé (F)
25/01/2020 - Vasco (C)
28/01/2020 - Madureira (C)
01/02/2020 - Fluminense (F)
09/02/2020 - Volta Redonda (C)

image

Fundação: 12/08/1904
Melhor campanha no Carioca: campeão, 21 vezes (1907, 1910, 1912, 1930, 1932, 1933, 1934, 1935, 1948, 1957, 1961, 1962, 1967, 1968, 1989, 1990, 1997, 2006, 2010, 2013 e 2018)
Posição em 2019:

ANÁLISE

Passando por reformulação em todas as partes do futebol, o Botafogo inicia a temporada como a quarta força no Rio de Janeiro. O clube se reforçou de forma modesta e perdeu alguns dos principais nomes para 2020. O técnico Alberto Valentim vai precisar dar uma resposta com o que tem para seguir no cargo e fazer uma campanha melhor do que o clube fez em 2019.

Destaque: GATITO FERNÁNDEZ - Principal nome da equipe, mesmo antes do ídolo Jefferson se aposentar, Gatito segue no clube e agora com ainda mais responsabilidade. Com pouco investimento, será um dos líderes do grupo ao lado de Carli e Cícero.

Fique de olho: BRUNO NAZÁRIO - Contratado junto ao Athletico (PR), o meia iniciou bem a pré-temporada chamando atenção com belos gols. Dentro de campo, chama atenção pela qualidade no passe e visão de jogo. Se não ficar no departamento médico, ajudará muito o Glorioso na temporada.

Treinador: ALBERTO VALENTIM - Ganhou um voto de confiança permanecendo no cargo de 2019 para 2020, entretanto, qualquer ponto fora da curva, poderá perder seu emprego. Terá certa dificuldade por conta do modesto elenco que o Botafogo montou, mas a pressão será a mesma de sempre.

*Nas duas primeiras rodadas o time será comandado interinamente por Bruno Lazaroni, já que Valentim está em pré-temporada com parte do elenco no Espírito Santo.

ELENCO

Principais remanescentes: Gatito (G), Cavalieri (G), Carli (Z), Marcinho (L), Marcelo (Z), João Paulo (V), Alex Santana (V)

Principais contratações: Bruno Nazário (M, Athletico-PR), Thiaguinho (V, Oeste-SP), Ruan Renato (Z, Figueirense-SC), Guilherme Santos (L, Paraná), Pedro Raul (A, Atlético-GO), Federico Barrandeguy (L, Montevideo Wanderers-URU), Lecaros (A, Real Garcilaso-PER)

Baixas: Gabriel (Z), Gilson (L), Leo Valencia (M), Pimpão (A), Diego Souza (A), Jean (V), Alan Santos (V)

ESTÁDIO

Nilton Santos - O Botafogo tem o Estádio Nilton Santos como arma ao seu lado. Como mandante, disputará todos os jogos lá, incluindo os clássicos e uma eventual final. Precisa ter uma regularidade maior, algo que não foi visto na última temporada jogando em casa.

TABELA (Taça Guanabara)

18/01/2020 - Volta Redonda (F)
21/01/2020 - Madureira (F)
26/01/2020 - Macaé (C)
30/01/2020 - Resende (C)
02/02/2020 - Vasco (C)
09/02/2020 - Fluminense (F)

image

Fundação: 01/01/1997
Melhor campanha no Carioca: 4º (2014)
Posição em 2019:

ANÁLISE

Com calendário cheio nesta temporada, a Cabofriense se reforçou bastante. Após um bom Campeonato Carioca em 2019, o Tricolor Praiano espera conseguir chegar ainda mais longe. O clube conta com o retorno de peças importantes e bons reforços que chegam para somar em qualidade ao grupo comandado por Alfredo Sampaio.

Destaque: GEORGE - Vindo de quatro grandes temporadas a frente da meta tricolor, o camisa 1 tem a responsabilidade de passar tranquilidade e rodagem ao setor defensivo. Tem se mostrado fundamental à Cabofriense nos últimos anos.

Fique de olho: KAKÁ MENDES - Meia-atacante de velocidade, Kaká pode desempenhar algumas funções diferentes na parte ofensiva da equipe. Aos 26 anos, está desde 2014 no Tricolor Praiano, sempre saindo por empréstimo e também se destacando em outras equipes.

Treinador: ALFREDO SAMPAIO - Experiente treinador, Alfredo chega a Cabofriense com a missão de fazer história. O clube quer dar um passo a mais dentro de Campeonato Carioca e fazer uma campanha ainda melhor na competição do que foi na última temporada, assim como terá a Série D do Campeonato Brasileiro como missão para 2020.

ELENCO

Principais remanescentes: George (G), Kaká Mendes (M), Rincón (A), Gama (V), Anderson Rosa (M), Abner (A), Lucas Cunha (Z)

Principais contratações: Guilherme (L, ABC), Anderson Penna (Z, Bangu), Léo Aquino (M, Mirassol-SP), Max (A, Globo-RN), Marrone (L, ASA-AL), Victor Souza (Z, Globo-RN), Felipe Adão (A, Bangu)

Baixas: Bruno Lima (Z), Marlon (L), Rafael Gladiador (A), Camilo (G), Valderrama (V), Wellington Junior (V), Pedro (L)

ESTÁDIO

Alair Corrêa - A Cabofriense vai poder continuar mandando seus jogos contra as equipes pequenas no Estádio Alair Corrêa, o Correão, em Cabo Frio. Tido como uma grande arma da equipe, principalmente nos confrontos direto. Contra os grandes, em que for mandante, terá que buscar outra praça esportiva (num primeiro momento, o Elcyr Resende de Mendonça, em Bacaxá), já que sua casa não tem condições de receber grandes públicos.

TABELA (Taça Guanabara)

19/01/2020 - Fluminense (C)
22/01/2020 - Volta Redonda (F)
25/01/2020 - Madureira (C)
30/01/2020 - Vasco (F)
02/02/2020 - Macaé (F)
09/02/2020 - Resende (C)

image

Fundação: 15/11/1895
Melhor campanha no Carioca: campeão, 34 vezes (1914, 1915 1920, 1921, 1925, 1927,1939, 1942, 1943, 1944, 1953, 1954,1955, 1963, 1965, 1972, 1974, 1978, 1979, 1979 especial, 1981, 1986, 1991, 1996,1999, 2000, 2001, 2004, 2007, 2008, 2009, 2011, 2014, 2017 e 2019)
Posição em 2019: campeão

ANÁLISE

O Flamengo chega ao Campeonato Carioca de 2020 defendendo o título e como um dos clubes mais poderosos das Américas. Vindo de títulos como o Brasileiro e a Libertadores, o Rubro-Negro começará a caminhada com um elenco jovem, basicamente sub-20. Mas na Taça Rio a previsão é de que a constelação entre em campo. Além de nomes como Bruno Henrique, Diego Alves, Rafinha, Arrascaeta, Everton Ribeiro, Filipe Luís e Gerson, o clube reforçou ainda mais o seu plantel com Pedro Rocha, Gustavo Henrique e Michael. 

Destaque: BRUNO HENRIQUE – Como Gabigol ainda não renovou o contrato, quem começa a temporada como grande destaque do Flamengo é Bruno Henrique. Após um 2018 ruim no Santos (SP), muito por conta de uma lesão no olho, o atacante viveu sua melhor fase da carreira no Rubro-Negro. Foram 62 jogos, 35 gols e 16 assistências na temporada passada. Além dos títulos pelo Mengão, ele ainda teve a honra de vestir pela primeira vez a camisa da Seleção Brasileira. 

Fique de olho: MICHAEL - Apesar de ter feito boas contratações e ter mantido boa parte do seu elenco, ninguém chega com mais expectativa ao clube do que Michael. Disputado por Corinthians (SP) e Palmeiras (SP) num primeiro momento, o Flamengo entrou na disputa pela revelação do Campeonato Brasileiro por último, mas levou a melhor. Sua contratação entra no top-10 de mais caras de clubes brasileiros, atrás de outras aquisições do Rubro-Negro, como Arrascaeta, Gerson e Vitinho. Após grande temporada no Goiás, o atacante chega ao Rubro-Negro prometendo dar dor de cabeça a Jorge Jesus.

Treinador: JORGE JESUS - O treinador de 65 anos colocou o Flamengo em outro patamar. Em apenas seis meses, tirou o Flamengo de uma fila de dez anos sem Campeonato Brasileiro e encerrou um longo jejum de 38 anos sem conquistar a Libertadores. Entretanto, junto com os principais jogadores do time, só deve comandar a equipe na Taça Rio, pois ainda terá alguns dias de folga e apenas no dia 27 de janeiro começa a pré-temporada com o elenco principal.

*Nos primeiros jogos da competição, o time será comandado por Maurício Souza, do sub-20, enquanto o elenco principal cumpre os últimos dias de férias e inicia a pré-temporada. 

ELENCO

Principais remanescentes: Diego Alves (G), Rafinha (LD), Rodrigo Caio (Z), Filipe Luis (LE), Gerson (V), Everton Ribeiro (M), Bruno Henrique (A) e Arrascaeta (M) 

Principais contratações: Pedro Rocha (A, Cruzeiro-MG), Gustavo Henrique (Z, Santos-SP) e Michael (A, Goiás) 

Baixas: Rhodolfo (Z) e Rodinei (LD, Internacional-RS)

ESTÁDIO

Maracanã - Administrando o estádio desde o ano passado, o Flamengo viveu grandes momentos no Maracanã em 2019. O único título que conseguiu no local foi o Carioca, mas pelo fato da final da Libertadores ter sido em Lima, no Peru, e o Brasileiro ter sido confirmado numa rodada em que o Rubro-Negro sequer entrou em campo. 

TABELA (Taça Guanabara)

18/01/2020 – Macaé (F)
22/01/2020 – Vasco (C)
25/01/2020 – Volta Redonda (C)
29/01/2020 – Fluminense (C)
02/02/2020 – Resende (F)
08/02/2020 – Madureira (C)

image

Fundação: 21/07/1902
Melhor campanha no Carioca: campeão, 31 vezes (1906, 1907, 1908, 1909, 1911, 1917, 1918, 1919, 1924, 1936, 1937, 1938, 1940, 1941, 1946, 1951, 1959, 1964, 1969, 1971, 1973, 1975, 1976, 1980, 1983, 1984, 1985, 1995, 2002, 2005 e 2012)
Posição em 2019:

Destaque: PAULO HENRIQUE GANSO - O jogador foi a principal contratação do clube no último ano e tenta - de novo - recuperar o futebol apresentado no começo da década passada. De certo, o jogador já ocupa um papel de liderança na equipe, seja no ponto de vista técnico, quanto sob a ótica de influência no vestiário. Dado o nível do Estadual, tem tudo para sobrar na maioria das partidas da equipe na competição e quem sabe liderar o clube a uma nova conquista, algo que não acontrece há quase oito anos.

Fique de olho: FERNANDO PACHECO - O atacante peruano de 20 anos de idade é uma das apostas do time para a disputa do Campeonato Carioca. É o dono da camisa 10 da seleção olímpica peruana. É rapido, habilidoso e inteligente, características que tendem a se encaixar com o perfil de atleta que Odair Hellmann gosta de ter nas mãos. Deve ser o comandante do setor ofensivo tricolor, após um final de ano com tantas baixas.

Treinador: ODAIR HELLMANN - O treinador chega após um trabalho consistente no Internacional, mas sem conquistas. Adepto de um futebol mais reativo, porém consistente defensivamente, tende a aproveitar a veia ofensiva que o time criou no último ano com o legado de Fernando Diniz - de posse de bola e paciência na hora de criar. No Inter, tinha uma equipe aguerrida e comprometida taticamente, pontos que tende a exigir nesta chegada ao Flu.

ELENCO

Principais remanescentes: Muriel (G), Gilberto (LD), Digão (Z), Yuri (V), Paulo Henrique Ganso (M), Nenê (M)

Principais contratações: Egídio (LE, Cruzeiro-MG), Hudson (V, Cruzeiro-MG), Fernando Pacheco (A, Sporting Cristal-PER) Felippe Cardoso (A, Ceará), Caio Paulista (Avaí-SC)

Baixas: Allan (V, Atlético-MG), Caio Henrique (LE), João Pedro (A, Watford-ING), Yony Gonzalez (Benfica-POR), Danielzinho (M, Bahia), Wellington Nem (A)

ESTÁDIO

Maracanã - O Tricolor é um dos administradores do estádio, junto do Flamengo. A equipe segue mandando as partidas no palco e trabalha ter uma ocupação maior nas partidas que tiver durante o Estadual. A praça esportiva, em termos estruturais, sobra em relação a todas as outras disponíveis para o Campeonato Carioca. Recentemente, o Maracanã passou por uma reformulação no gramado e a tendência é que o piso seja um tapete neste começo de temporada.

TABELA (Taça Guanabara)

19/01/2019 - Cabofriense (F)
23/01/2019 - Portuguesa (C)
26/01/2019 - Bangu (F)
29/01/2019 - Flamengo (F)
01/02/2019 - Boavista (C)
09/02/2019 - Botafogo (C)

image

Fundação: 10/07/1990
Melhor campanha no Carioca: 5º (2009)
Posição em 2019: 14º

ANÁLISE

Tido como o "patinho feio" da Seletiva, por ser um dos últimos times a começar os trabalhos e sem grandes investimentos, o Macaé conseguiu a vaga na fase principal com sete pontos (pior pontuação da história de um classificado) em uma trajetória de superação. O técnico Mário Junior ficou parte da Seletiva internado, o Moacyrzão pegou fogo e foi interditado... No entanto, agora, tudo começa do zero. O time conta com o artilheiro da competição, Matheus Babi (4 gols), mas que está de malas prontas para o Al Akhdoud, da Arábia Saudita.

Destaque: GEDEIL - O veterano volante de 36 anos, que chegou a anunciar a aposentadoria, mas voltou atrás para defender o Casimiro de Abreu, clube do município em que reside, foi contratado até sob desconfiança pela questão físcia. No entanto, provou em campo que mereceu até a titularidade. Afinal, marcou o gol da classificação do Alvianil para a fase principal do Campeonato Carioca.

Fique de olho: JULINHO - Depois de jogar na base do próprio Macaé, o jogador voltou ao clube buscando recolocar o Alvianil na fase principal do Campeonato Carioca e conseguiu, sendo peça importante na equipe comandada por Mário Junior. Polivalente, pode atuar como volante ou em qualquer função do meio-campo.

Treinador: MÁRIO JUNIOR - Superação é a palavra que define o trabalho de Mário Junior. Depois de comandar o time durante toda a pré-temporada, o treinador, que é diabético, foi internado após passar mal em um treinamento. A hipoglicemia o fez ficar hospitalizado por duas semanas. Entretanto, ele voltou a tempo de comandar a equipe na última rodada, contra a Portuguesa, no jogo que selou a classificação para a fase principal.

ELENCO

*Por ser o mesmo time que disputou a Seletiva, consideramos o elenco de 2019 para "baixas" e "remanescentes" e destacamos contratações que já estrearam.

Principais remanescentes: Maranhão (M); Matheus Babi (A)*; Vladimir (Z); Wagner Carioca (M)

Principais contratações: Jonathan (G, Olaria); Gerson (M, Artsul); Cristiano (Z, Olaria); Wellington Junior (LD/M, Olaria); Zambi (A, Sampaio Corrêa); Paulo Vitor (LE, São Gonçalo EC); Luquinha (A, Goytacaz); Julinho (V, America); Junior Santos (V, Itaboraí); Gedeil (V, Casimiro de Abreu); Hudson (A, Olaria); Vladimir (Z, America)

Baixas: Dilsinho (Z, Portuguesa); Júnior (M, ASA-AL); Marquinho (M, Volta Redonda); Luis Felipe (Z, Ferroviária),; Filipe SIlva (V, Nova Iguaçu); Anderson (Z); Daniel (LD, Barretos)

*O atacante Matheus Babi foi negociado com o Al Akhdoud, da Arábia Saudita, após o início da Seletiva.

ESTÁDIO

Elcyr Resende - O Moacyrzão ficou mais de um ano interditado e, na Seletiva, o Macaé pôde, enfim, sentir o gostinho de voltar a jogar em casa. Mas foi por pouco tempo. Parte da cobertura das arquibancadas caiu e, no dia seguinte, a mesma arquibancada pegou fogo. O local foi interditado novamente. Para o Carioca, o clube vai mandar as partidas no Elcyr Resende, o campo do Boavista, em Bacaxá - inclusive quando enfrentar o próprio Boavista, atuando como mandante no estádio do adversário. No entanto, diante do Flamengo, optou por atuar no Maracanã, em situação semelhante.

TABELA (Taça Guanabara)

18/01/2020 - Flamengo (C)
22/01/2020 - Boavista (C)
26/01/2020 - Botafogo (F)
29/01/2020 - Portuguesa (F)
02/02/2020 - Cabofriense (C)
09/02/2020 - Bangu (F)

image

Fundação: 08/08/1914
Melhor campanha no Carioca: 2º, duas vezes (1936 e 2006)
Posição em 2019: 10º

ANÁLISE

4 vitórias em 33 partidas. Este é o retrospecto do Madureira nas duas últimas temporadas completas. Depois de quase cair para a Seletiva na última edição do Carioca, o Tricolor Suburbano tenta se reerguer e, pelo menos, fazer uma campanha sem sustos. Para isso, o clube apostou no retorno do técnico Toninho Andrade e também na observação do mercado local, captando peças que obtiveram destaques nas divisões inferiores do Rio de Janeiro, principalmente para o setor ofensivo, que recebeu duras críticas ao longo de 2019.

Destaque: LUCIANO - Maestro do meio-campo tricolor. Depois de ser titular na campanha do Carioca em 2019, o camisa 10 foi emprestado ao Volta Redonda, onde disputou a Série C do Brasileirão e obteve um bom desempenho, agregando uma maior experiência para a sua carreira, mesmo com quase 28 anos completos. Cadência de jogo e um passe apurado são as suas especialidades.

Fique de olho: EMERSON CARIOCA - O atacante de 24 anos quer corresponder à toda esperança concebida por torcedores enquanto estava nas categorias de base do Vasco, Cruzeiro (MG) e Vitória (BA). Depois de passar, profissionalmente, por Friburguense e Audax Rio, Emerson tentou a sorte no Itaboraí Profute, onde comandou a equipe rumo ao vice-campeonato da Quartona do Carioca em 2018. Feito que o levou para o Remo (PA), onde viveu o seu melhor momento em exposição nacional. Forte fisicamente, o atacante tende a ser um problema para defesas adversárias.

Treinador: TONINHO ANDRADE - Com 56 anos, o já rodado comandante carioca está de volta ao Madureira. Depois de estar à beira do gramado pelo Volta Redonda ao longo de todo 2019, Toninho chega com moral ao Tricolor Suburbano, mas tem uma difícil missão: colocar a equipe de Conselheiro Galvão de volta ao rumo das vitórias e, quem sabe, almejar uma competição nacional mais uma vez.

ELENCO

Principais remanescentes: Douglas (G), Thiago Medeiros (Z), Marcelo Alves (Z), Luis Henrique (V), Luciano (M) e Ygor Catatau (A).

Principais contratações: Allan (Z, Volta Redonda), Edmário (Z, Artsul), Gedeílson (LD, Volta Redonda), Marlon (LE, Portuguesa), Magdiel (LE, Serrano), Wander (A, Artsul), Nathan (A, Espinho-POR), Luam (A, Nova Cidade), Paulo Rangel (A, Tuna Luso-PA) e Emerson Carioca (A, Itaboraí Profute)

Baixas: Jonathan (G, Macaé), Iván Cañete (Z, sem clube), Arlen (LD, Athletico-PR), Valdir (LD, Portuguesa), Rezende (V, Resende), Rodrigo Dantas (V, Casa Pia-POR), Levi (V, Taubaté-SP), Éverton (A, Noroeste-SP), Cláudio Maradona (A, Americano), Tássio (A, Ferroviário-CE), Derek (A, Metalist 1925 Kharkov-UCR) e Guilherme Bala (A, Flamengo)

ESTÁDIO

Aniceto Moscoso - A ligação do Madureira com a sua casa é uma das mais tradicionais do futebol carioca. Depois de passar por algumas reformas nas últimas temporadas, o estádio da rua Conselheiro Galvão detém de uma estrutura exemplar, mesmo que em um terreno apertado. Por todo 2019, também recebeu jogos de equipes como o Barra da Tijuca e Mesquita. Desta forma, o gramado foi castigado e foi difícil de manter o seu estado regular. Porém, depois de um período de descanso, o Aniceto tem tudo para receber os jogos tranquilamente, inclusive, contra os grandes do estado.

TABELA (Taça Guanabara)

18/01 - Portuguesa (C)
21/01 - Botafogo (C)
25/01 - Cabofriense (F)
28/01 - Boavista (F)
01/02 - Bangu (C)

image

Fundação: 17/12/1924
Melhor campanha no Carioca: 5º (1958)
Posição em 2019: 12º

ANÁLISE

A Portuguesa deixou o mau desempenho de 2019 no passado e fez uma Seletiva praticamente impecável. Foram três vitórias e dois empates, com a classificação assegurada com uma rodada de antecedência após uma virada épica diante do Nova Iguaçu. Apesar do objetivo inicial ser a permanência, jogadores e torcida estão esperançosos de uma campanha convincente na elite. Para isso, além dos nomes que fizeram sucesso na Seletiva, tem reforços de nome que pouco jogaram, como Jobson, ex-Botafogo, e Vinícius Pacheco, ex-Flamengo, que ainda podem ganhar espaço.

Destaque: MUNIZ - É difícil pensar em uma escalação recente da Portuguesa e não se lembrar de Muniz. Um dos principais ídolos atuais da torcida, foi peça fundamental na classificação durante a Seletiva e é titular absoluto da equipe como volante, podendo também fazer funções na lateral quando necessário. Enfim, tem conseguido boa sequência de jogos após sofrer com lesões.

Fique de olho: ANDRÉ SILVA - O atacante de 21 anos de idade foi, quem sabe, a principal peça ofensiva do time durante a campanha da última Copa Rio. Com Rogério Corrêa ganhou mais espaço e na mesma proporção confiança. Na Seletiva, não fez gol, mas deu assistência decisiva e se firmou como titular.

Treinador: ROGÉRIO CORRÊA - Depois de anos sendo a opção apenas para o segundo semestre, Rogério Corrêa, 38 anos, ganha uma chance no Estadual e é uma aposta da diretoria. Afinal, foi vice-campeão da Copa Rio no ano passado e terminou a Seletiva invicto. O jovem comandante conhece a casa como poucos, já que passou anos sendo auxiliar fixo da comissão técnica.

ELENCO

*Por ser o mesmo time que disputou a Seletiva, consideramos o elenco de 2019 para "baixas" e "remanescentes" e destacamos contratações que já estrearam.

Principais remanescentes: Jefferson (G), Marcão (Z), Muniz (V), Romarinho (M), Matheus Pimenta (A) e André Silva (A).

Principais contratações: Valdir (LD, Madureira), Luís Gustavo (LD, Volta Redonda), Dilsinho (Z, Duque de Caxias), Maicon Douglas (V, Sampaio Corrêa), Vinícius Pacheco (M, Hercílio Luz/SC), Chayene (M, America), Jhulliam (A, Jacuipense/BA), Jobson (A, Capital/DF), Sorriso (A, Sampaio Corrêa) e Alexandre Talento (A, Atlético/GO)

Baixas: Ranule (G, Resende), Rhayne (Z, Resende), Marlon (LE, Madureira), João Cleriston (V, Portuguesa Santista/SP), Pablo (M, Atlético/GO), Davi Ceará (M) e Fabinho (A)

ESTÁDIO

Luso Brasileiro - Foi muito difícil. Após quase dois anos atuando longe dos seus domínios, a Portuguesa finalmente conseguiu a liberação do Luso Brasileiro. Por lá, disputou dois jogos da Seletiva, recebendo bom público e uma classificação memorável. O palco se torna, quem sabe, a principal novidade da equipe para 2020. O time não atuava em casa desde os primeiros meses de 2018, quando ainda tinha as arquibancadas da Ilha do Urubu. No entanto, a princípio, não poderá receber jogos envolvendo os grandes.

TABELA (Taça Guanabara)

18/01/2020 - Madureira (F)
23/01/2020 - Fluminense (F)
26/01/2020 - Resende (C)
29/01/2020 - Macaé (C)
03/02/2020 - Volta Redonda (F)
09/02/2020 - Vasco (C)

image

Fundação: 06/06/1909
Melhor campanha: 5º (2012 e 2013)
Posição em 2019:
 
ANÁLISE

No ano passado, o Resende teve que passar pela Seletiva, mal que esse ano não sofreu. Apesar de ter chegado à semifinal da Taça Guanabara, o Gigante do Vale teve poucos remanescentes em relação a 2019 e contratou muitos jogadores, tendo um grupo praticamente novo para esta temporada. 

Destaque: VITINHO – O volante viveu uma grande temporada em 2019. Primeiro, no Resende foi um dos destaques da equipe, onde inclusive, além da sua posição original que é volante, atuou de ponta esquerda e foi muito bem. No segundo semestre defendeu o Friburguense e, apesar de chegar durante a Série B1, deu uma nova cara a equipe, que terminou com o título da Segundona. Aos 27 anos, o jogador vê 2020 como o momento certo de dar um salto na carreira.

Fique de olho: ALEF MANGA – Centroavante nato, o jogador de 25 anos está chegando para atuar pela primeira vez no Rio de Janeiro. Chamou a atenção durante a pré-temporada, onde marcou gols em todos os jogos-treino que o Resende disputou. Chegou disputando uma vaga de titular com Thauan, mas uma lesão do concorrente deve fazer Alef começar o Campeonato Carioca como titular. 

Treinador: EDSON SOUZA - Em mais uma passagem no Resende, agora aos 55 anos, contou com total apoio e respaldo da diretoria para formar o novo elenco. Se no ano passado o pensamento foi manter o time na fase principal, agora o treinador mira as primeiras colocações do Campeonato Carioca, para em 2021 devolver o Gigante do Vale as competições nacionais. 

ELENCO

Principais remanescentes: Ranule (G), Rafinha (LD), Rhayne (Z), Vitinho e Dieguinho (LD/V/A)

Principais contratações: Murilo Henrique (Z, Nova Iguaçu), Rezende (V, Madureira), Geovani (M), Wescley (A, Nova Iguaçu), Waldir (A, São Gonçalo) e Caio Cézar (A, Portuguesa-SP)

Baixas: Maxwell (A), Arthur Faria (M) e Léo Silva (V) 

ESTÁDIO

Trabalhador - Apesar de uma capacidade pequena, o que impossibilita o Resende jogar em casa contra os times grandes em seus domínios, o estádio costuma ser uma grande arma para o Gigante do Vale nos jogos menores. O clube tem o fator casa como uma das apostas para ir longe no Campeonato Carioca. Contra os grandes, no entanto, as partidas devem ser vendidas para fora do Rio de Janeiro.

TABELA (Taça Guanabara)

18/01/2020 – Boavista (C)
22/01/2020 – Bangu (C)
25/01/2020 – Portuguesa (F)
29/01/2020 – Botafogo (F)
02/02/2020 – Flamengo (C)
08/02/2020 – Cabofrinse (F)

image

Fundação: 21/08/1898
Melhor campanha no Carioca: campeão, 24 vezes (1923, 1924, 1929, 1934, 1936, 1945, 1947, 1949, 1950, 1952, 1956, 1958, 1970, 1977, 1982, 1987, 1988, 1992, 1993, 1994, 1998, 2003, 2015 e 2016)
Posição em 2019:

ANÁLISE

Depois de amargar o segundo vice-campeonato estadual seguido e, principalmente, para o maior rival Flamengo, o Vasco chega ao Carioca com o intuito de, não só buscar a taça, mas também aproveitar a competição para conseguir testar os jovens jogadores oriundos das categorias de base, que tiveram destaque nos últimos anos, com a esperança de concretizar a equipe e, quem sabe, alcançar voos maiores ao longo de 2020. Com a já sabida dificuldade financeira, o clube só efetuou uma contratação, porém bem pontual e com o intuito de sanar uma grande ferida da última temporada. Além disso, a manutenção de líderes como Leandro Castán e Yago Pikachu são alguns trunfos do plantel que será comandado por Abel Braga.

Destaque: GERMÁN CANO - Um dos principais problemas do elenco cruzmaltino em 2019 era a posição de centroavante. Para esta temporada, o clube agiu rápido e trouxe o atacante argentino do Independiente Medellín, da Colômbia, por onde marcou 74 gols em 96 partidas, nos últimos dois anos. Versátil, Cano se destaca pelo exímio posicionamento e a frieza na hora da finalização. Principal e, até o momento, a única contratação do Vasco para 2020, ele já caiu nos braços da torcida e será a referência máxima da equipe.

Fique de olho: TALLES MAGNO - Alçado ao plantel principal com apenas 16 anos em meio à disputa do Brasileirão da última temporada, a joia da Colina encara o seu primeiro início de ano como profissional. Foram 15 jogos e dois gols em 2019, tendo a boa sequência inicial sendo atrapalhada por uma lesão enquanto defendia a Seleção Brasileira Sub-17. Depois de encantar o mundo com seus dribles e jogadas em velocidade pelos lados do campo, Talles, agora com 17 anos, surge como parceiro ideal de Germán Cano.

Treinador: ABEL BRAGA - Atual campeão carioca, o comandante chega em baixa ao Vasco, após trabalhos que não terminaram bem, tanto pelo arquirival Flamengo e pelo Cruzeiro (MG). A tentiva de reerguer a carreira junto ao Vasco, passa pela identificação de Abel com a camisa cruzmaltina e também na sua fama de utilizar muitos jogadores oriundos das categorias de base, que deverá ser uma das principais armas do Gigante da Colina em 2020.

ELENCO

Principais remanescentes: Fernando Miguel (G), Leandro Castán (Z), Yago Pikachu (LD), Raul (V), Marcos Júnior (V), Andrey (V), Talles Magno (A), Ribamar (A) e Marrony (A)

Principais contratações: Germán Cano (A, Independiente Medellín-COL)

Baixas: Sidão (G, Figueirense-SC), Oswaldo Henríquez (Z, sem clube), Raul Cáceres (LD, Cerro Porteno-PAR), Danilo Barcelos (LE, Atlético-MG), Fredy Guarín (V, sem clube), Richard (V, Corinthians-SP), Fellipe Bastos (V, sem clube), Marquinho (M, sem clube), Rossi (A, Bahia), Valdívia (A, Avaí-SC), Clayton (A, Atlético-MG)

ESTÁDIO

São Januário - Desde 1927, uma das principais armas do Vasco. Porém, mesmo depois de mais uma temporada sendo um verdadeiro "Caldeirão" para ajudar o clube a conquistar vitórias, o gramado do estádio sofreu duras críticas na reta final do Campeonato Brasileiro. Por isso, as férias e a pré-temporada executada no CT do Almirante serviram para que o lar vascaíno recebesse cuidados. Vale ressaltar que o Vasco deu os primeiros passos para a reforma gradativa de São Januário, começando pelos refletores, que também devem continuar se modernizando ao longo de 2020.

TABELA (Taça Guanabara)

19/01 - Bangu (C)
22/01 - Flamengo (C)
25/01 - Boavista (F)
30/01 - Cabofriense (C)
02/02 - Botafogo (F)

image

Fundação: 09/02/1976 
Melhor campanha no Carioca: 2º (2005) 
Posição em 2019:

ANÁLISE

Um dos poucos times do Rio de Janeiro que possui calendário cheio, já que disputa a Série C do Campeonato Brasileiro no segundo semestre, o Volta Redonda tem condição de manter a maior parte do elenco de um ano para o outro ao invés de montar um time do zero, como acontece com parte dos clubes cariocas. Desta forma, pula na frente no entrosamento e na parte física. Nomes como João Carlos (artilheiro em 2019), Douglas Lima, Heitor e Daniel Felipe seguem no clube. O objetivo, desta vez, é buscar uma semifinal de turno. Em 2019, o clube bateu na trave tanto na Taça Guanabara quanto na Taça Rio, ficando fora pelo saldo de gols.

Destaque: BERNARDO - Uma das contratações de mais impacto para o Campeonato Estadual. Bernardo, meia, está com 29 anos, e viveu seus melhores momentos com a camisa do Vasco, especialmente entre 2011 e 2013. Após deixar o clube, nunca conseguiu repetir o bom futebol, se envolveu em polêmicas extracampo e passou a rodar por times menores e pelo Oriente Médio.

Fique de olho: PEDRINHO - O atacante foi artilheiro e um dos melhores jogadores da Série B1 do Campeonato Carioca de 2019 com a camisa do America - foram 15 gols em 34 jogos no ano. É atacante de velocidade, apesar de marcar muitos gols, e tem apenas 23 anos, sendo revelado pelo Tigres. Atuou com bastante destaque em parte da pré-temporada.

Treinador: LUIZINHO VIEIRA - Aos 47 anos, é até jovem para a função, mas tem vasto currículo em times do interior. Já trabalhou no Brasil de Pelotas (RS), no Itumbiara (GO), no Luverdense (MT) e no Criciúma (SC). O último clube foi o Tubarão (SC). Substitui Toninho Andrade, que deixou o clube após o término da Série C do Brasileirão.

ELENCO

Principais remanescentes:
Douglas Borges (G), Bruno Barra (V), Marcelo (V), Daniel Felipe (Z). Heitor (Z), João Carlos (A), Douglas Lima (A)

Principais contratações: Marquinho (A, Sampaio Corrêa); Bernardo (M, Al Khaleej-ASA); João Vitor (A, Real-RO), Luan (Z, Portuguesa); Pedrinho (A, America)

Baixas: Luis Gustavo (LD, Portuguesa); Allan (Z, Madureira); Gedeílson (LD, Madureira); Luciano (M, Madureira); Wandinho (A, Uberlândia-MG)

ESTÁDIO

Raulino de Oliveira -
Certamente o melhor entre os estádios dos times de menor investimento do Rio de Janeiro. Com capacidade para cerca de 20 mil torcedores, recebe os grandes com tranquilidade e segurança, além de jogos noturnos, e é a verdadeira casa do torcedor do Voltaço. O clube não costuma vender partidas para fora do estado e deve atuar em casa em todas as partidas com o mando de campo.

TABELA (Taça Guanabara)

18/01/2020 - Botafogo (C)
22/01/2020 - Cabofriense (C)
25/01/2020 - Flamengo (F)
29/01/2020 - Bangu (F)
03/02/2020 - Portuguesa (C)
09/02/2020 - Boavista (F)

Outras Notícias

Encontre-nos no Facebook






As informações deste site são constantemente atualizadas pelo FutRio. Ressaltamos que o FutRio reserva-se ao direito de alterar qualquer informação do site, valores e demais informações, sem aviso prévio.

© Copyright FutRio - Todos os direitos reservados.

desenvolvido por